Tags

mandala1

o meu mantra pra 2017 é: que o aprendizado que eu já tive até aqui ilumine a minha jornada para um crescimento ainda maior. (ou: i can only go forward)

perguntas-chave para 2017: qual é a minha missão no mundo? do que eu tenho medo? o que eu posso suportar? o que ou quem é indispensável na minha vida? como usar a raiva como combustível? que função e/ou preenchimento a culpa me traz – e até quando? o que me faz feliz?

comportamentos tóxicos a observar: passividade, reclamar, querer gratificação instantânea (lembre-se de que o que realmente importa não segue a linha espaço-tempo).

atividades diárias: yoga, arteterapia, ler e escrever, acordar 6h30, me alimentar melhor, perdoar.

relações: dizer mais “não”, ter menos expectativas em relação aos meus pais.

objetivos: iniciar o atendimento arteterapêutico, criar um projeto social ou me tornar voluntária, aprender um hobby novo, conhecer mais gente.

sonhos vagos porém possíveis: publicar algo meu, me tornar financeiramente independente, viajar mais.

I disagree with all your warnings
Advertisements