Tags

IMG_20131220_074528_805.jpg

recebi um e-mail hoje do meu eu do passado. é típico meu fazer dessas coisas. programar mensagens pra depois de morrer (sim), fazer vídeo estilo cápsula do tempo pra ser assistido dali 20 anos (sim – só esperamos que até lá o vhs tenha sido extinto de vez), e isso do e-mail do passado a ser recebido x anos depois. nesse caso, 5 anos.

na hora me deu um misto de surpresa com vergonha, mas depois de ler ficou engraçado perceber algumas coisas que considerava importantes (séries, risos), outras que sempre guiaram os meus desejos na vida (viajar, sair da casa dos meus pais, manter minhas amizades), sonhos (ainda preciso levar isso de querer ser comissária de bordo pra terapia) e aquele final que já pontua uma depressão, pois what a a bang ein. ah, a tendência de misturar inglês com português já é antiga, como se percebe a seguir:

Hoje é um sábado, 12:59h. Acabo de almoçar, nossos pais estão na cozinha e você está no computador como passa a maioria dos finais de semana já que ainda mora com seus pais (isso não mudou muito). Tentarei não exigir muito do meu futuro eu, então vou escrever algumas coisas que eu gostaria que você já tenha feito ou esteja lutando para conseguir e 5 coisas que eu espero que você tenha mantido desde 2011. O amor por top 5 está secretamente incluso.

Futuro: morar sozinha (check!), ter saído de Ponta Grossa (check!), ter feito alguma viagem que tenha sido no mesmo nível da para os EUA em termos de personal growth (nope), ter tido alguma meaningful experience com alguém (check!), continuar com a vontade de fazer uma road trip (check!) E estar relativamente economicamente estável (ou, no mínimo, feliz no seu trabalho) (nope & sorta).

Top 5 de coisas que você deve(ria) ter mantido: suas amizades com M./G./H./D. (check!), seu will power pra conhecer/morar no Canadá (sorta), seu amor por séries (moving on), o desejo de que “se nada der certo” virar aeromoça (not really) E o desejo de trabalhar com algo relacionado às artes (check!).

Coisas que podem ser engraçadas: Lembra que nesse dia/época você estava constantemente desesperada por causa do TCC (me conte como foi isso aí – espero que bem) (esquecível), lembra-se que você queria sair de casa mais do que tudo na vida? (sim!), lembra-se que menos de um mês atrás você foi no show do Marcelo Jeneci em SP? (não lembrava que tinha sido em 2011)

No momento, eu não lembro de mais coisas para te ajudar a relembrar dessa época. Deve ser porque a gente nunca dá a devida importância pro presente (true). Espero que até aí eu tenha perdido o prazer pelos clichês. E que eu tenha uma namorada legal.

A hora agora é 13:16h, do mesmo dia. Será que até o momento que lerei isso estarei melhor comigo mesma? (sorta) God, I hope so. If not, tente tirar forças sei lá daonde para melhorar, só não vá se matar. (pode deixar)

também curte um misto de nostalgia, vergonha e falar com o seu eu do passado? então vai lá escrever pro seu eu do futuro. nos encontramos aqui daqui 5 anos – sim, já estou escrevendo outra.

You’re sad and you’re sorry but you’re not ashamed
Advertisements