Tags

Hoje eu tive a certeza de que tinha razão, mas ainda estou em uma fase de que – mesmo conseguindo perceber isso – não consigo me expressar corretamente e me fazer entender. Ou mesmo insistir em ser compreendida, como se o padrão do meu mundo fosse justamente o contrário.

Tanto interesse em signo e significado; mensagem e ruído; esses conceitos fizeram com que eu me conformasse ou esperasse o não entendimento. Às vezes parece que um novo eu quer surgir, mas o velho está com todo o controle. É dolorido. Ninguém tem mais eficiência do que eu mesma na hora de me impedir de fazer o que quero. Até quando?

ao som de: Mire Kay – So You Learned

Advertisements